9.18.2014

1 Página de Cada Vez (Um Diário Diferente)


Oi gente, depois de tanto tempo sem postar, sem dar um sinal de vida, aqui estou eu com o blog de cara nova e em breve vários posts.  
O tema de hoje é sobre um livro que eu estou apaixonada. Encontrei num Sebo perto da minha casa e me apaixonei assim que li sobre o que se trata. É bem parecido com o "Destrua esse Diário", mas particularmente eu achei ele bem melhor. Eu estava louca para comprar o Destrua esse Diário, mas tinha certeza que ficaria com dó de destruir. 

“Pense em alguma coisa que deixa você inseguro e escreva o que é em letras enormes. Use o espaço todo! Olhe bem para o que você escreveu. Agora vire a página.” 
 No seu primeiro livro, o artista gráfico americano Adam J. Kurtz usa provocações divertidas como esta para fazer o leitor refletir sobre sua vida ao mesmo tempo em que testa a própria criatividade. Como o título diz, cada página traz uma brincadeira diferente. Pode ser uma pergunta, uma sugestão de desenho ou um pedido para que você crie uma lista de músicas para seu amor verdadeiro ou das melhores fatias de pizza que comeu na vida. O autor também pede para o leitor colar objetos inusitados nas páginas do livro e compartilhar nas redes sociais algumas das anotações feitas nele. Uma maneira espirituosa e lúdica de buscar o autoconhecimento.









 Ai foi algumas páginas do livro, e estou encantada. Não vejo a hora de começar, isso se eu não tiver dó de fazer algo. Eu recomendo esse livro super fofo e engraçado, quando eu fazer algo venho postar aqui ou em alguma rede social do blog!  Não deixe de comentar o que achou, e compartilhar! Beijos.

4 comentários:

  1. Eu conheço esse livro a mais ou menos um mês e adorei a ideia dele! Estou louca pra comprar :)
    Beijos, tinha-que-acontecer.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele é um amor, estou apaixonada. e comprei baratinho.

      Excluir
  2. Amei a ideia do livro ! Nunca comprei destrua esse diário , porque também tenho uma super dó!
    Beijos!
    http://sushibaiano.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Amanda, eu sou muito apegada com os livros que compro, destruir então não é comigo. E esse livro é completamente diferente, você não precisa destruir ele, é como se fosse uma brincadeira de criança, aqueles livros que você pinta, desenha, cola, recorta. Eu super amei!

      Excluir